Buscar
  • Fonoaudióloga Katia Aguiar

O cerúmen (cera de ouvido) não é sujeira!


Cerúmen não é sujeira!
Cerúmen não é sujeira!

Um hábito muito comum, e que deveria ser abandonado, é o de “limpar o ouvido” utilizando hastes flexíveis com algodão nas pontas (conhecidas comercialmente por cotonetes).


A introdução dessas hastes no canal auditivo (meato acústico externo) retira a camada de cera que protege a pele e facilita a formação de rolha de cera, visto que a maior parte do cerúmen é empurrado para dentro. Além disso, durante essa manipulação é possível machucar a região, provocando sangramento e até perfuração de membrana timpânica.


A menor maneira de limpar o ouvido, tanto para crianças quanto adultos, é utilizar uma toalha ou papel macio na parte externa da orelha após o banho. Cerúmen não é sujeira!